Modelo de Objetos do openEHR: uma Revisão Sistemática da Literatura e sua relação com métricas de software

Reinaldo Araújo de Alkimim, Fernando Silva Parreiras, Marcelo Rodrigues dos Santos, Zilma Silveira Nogueira Reis, Cristiana Fernandes de Muylder

Resumo


Dos principais padrões em sistemas de Registro Eletrônico de Saúde (RES), destaca-se a abordagem da Fundação openEHR. Este trabalho apresenta uma Revisão Sistemática da Literatura dos estudos que utilizam esta abordagem com ênfase na utilização do seu Modelo de Objetos. A pesquisa foi realizada nas bases de dados internacionais com base em quatro questões de pesquisa e critérios de inclusão e exclusão definidos. Entre os resultados obtidos, foi possível observar que o continente europeu é o maior centro dos estudos relacionados com a abordagem openEHR, com exceção da Austrália na Oceania. Pode-se concluir que uma versão estável da especificação openEHR contribuiu para o aumento de estudos a partir de 2008. Em relação às métricas de software aplicadas ao modelo do openEHR, até a realização deste trabalho, não se observaram estudos dessa natureza. Além disso, esta revisão possibilitou relacionar as ferramentas para coleta de métricas disponíveis na literatura.

Palavras-chave


Registros eletrônicos de saúde; Desenho de programas de computador; Informática médica; openEHR; Métricas de software.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v10i2.1083

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil