Estado nutricional de crianças em creches de Carapicuíba – SP comparado ao de seus pais

Nailton Isbaltar Alves, Aline de Araújo Pereira, Dayse Evellin Santiago Campos, Leslie Andrews Portes, Nyvian Alexandre Kutz, Marcia Maria Hernandes de Abreu de Oliveira Salgueiro

Resumo


Os hábitos alimentares são iniciados na infância e em casa, onde os pais são os responsáveis pela alimentação da criança, antes mesmo da escola. O estudo aqui apresentado objetivou associar o estado nutricional de crianças que frequentam três creches no município de Carapicuíba, SP, com o estado nutricional, consumo alimentar, classe econômica e a escolaridade dos seus pais. Foram coletados dados antropométricos dos pais e dos filhos, além de dados sociodemográficos e do consumo alimentar. Todas as análises foram realizadas por meio do pacote estatístico SPSS 22 e pelo GraphPad Prism versão 6.0 e considerados estatisticamente diferentes os resultados quando p < 5%. Os resultados revelam alta prevalência de excesso de peso nas crianças e nos pais. O estado nutricional das crianças encontra-se associado significantemente aos hábitos de consumo alimentar dos pais. Cabe lembrar que hábitos alimentares são indicadores de proteção e risco para doenças crônicas não transmissíveis.


Palavras-chave


Crianças; Pais; Educação; Hábitos alimentares; Estado nutricional.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v12i3.1371

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil