Plano de Preservação Digital da VideoSaúde: estratégias para a gestão de documentos audiovisuais

Marco Dreer Buarque, João Guilherme Nogueira Machado, Eliane Batista Pontes

Resumo


Este trabalho tem como objetivo descrever, por meio de um relato de experiência, o processo de elaboração do Plano de Preservação Digital da VideoSaúde – Distribuidora (VSD), um serviço vinculado ao Instituto de Comunicação e Informação Científia e Tecnológica em Saúde (Icict), unidade técnico-científia da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Resultado de um conjunto de ações de preservação da Fiocruz, o Plano de Preservação Digital visa contemplar os documentos audiovisuais digitais da VSD, traçando uma estratégia de gestão e preservação a ser executada em curto prazo. A estratégia escolhida procurou se pautar por diretrizes sólidas de preservação digital, em especial a norma OAIS, por meio da adoção do Archivematica, repositório digital de código aberto. A estrutura desenvolvida para o plano se baseou em modelos de referência e procurou dar conta das principais necessidades da VSD, a fim de que seu acervo audiovisual possa estar devidamente preservado e acessível para as futuras gerações.

Palavras-chave


Preservação digital; Plano de preservação digital; Documentos audiovisuais; Repositórios digitais; Modelo OAIS.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v14i3.2100

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil