Autenticidade e preservação de Registros Eletrônicos em Saúde: proposta de modelagem da cadeia de custódia das informações orgânicas do Sistema Único de Saúde

Rodrigo França Meirelles, Francisco Jose Aragão Pedroza Cunha

Resumo


Este artigo apresenta uma proposta de modelagem conceitual da cadeia de custódia para os Registros Eletrônicos em Saúde (RES). O interesse em conhecer os critérios de autenticidade dos RES encaminhados dos serviços até o Portal do DATASUS gerou esta investigação. A pesquisa é exploratória e descritiva por meio de uma revisão sistemática da literatura e documental para prospecção e análise sobre autenticidade e preservação dos RES. A partir dos resultados encontrados foram identifiados os custodiadores e a proposta de modelagem da cadeia de custódia para o Sistema Único de Saúde (SUS). Espera-se que os custodiadores modelados assimilem subsídios para a criação de repositórios digitais em saúde confiveis e recomenda-se a adoção e a incorporação dos processos de gestão arquivística de documentos articulados com os da TI.


Palavras-chave


Registros Eletrônicos em Saúde; Preservação digital; Autenticidade; Repositórios arquivísticos; Cadeia de custódia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v14i3.2117

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil