Análise bibliométrica da produção científica brasileira sobre doença de Chagas

Hebert Luan Pereira Campos dos Santos, Taise de Alcantara Almeida, Hildebrando Antunes de Carvalho Neto, Maria de Lourdes Lacerda Lemos, Josilene Silva Oliveira, Eliana Amorim de Souza, Nília Maria de Brito Lima Prado

Resumo


O presente estudo objetivou analisar a produção científica brasileira sobre a doença de Chagas a partir de publicações indexadas na base de dados Web of Science. Foram coletados e analisados os dados de 1.008 publicações no período entre 2006 e 2020. A interpretação dos dados permitiu identificar um expressivo crescimento da produção científica brasileira sobre a doença de Chagas e a abrangência da temática em periódicos internacionais. Contudo, há um enfoque nas áreas biomédicas do conhecimento com destaque para a Parasitologia e um diminuto número de investigações direcionadas às áreas da Saúde Pública, Ciências Sociais e Farmacêuticas. A bibliometria desvelou as lacunas ainda existentes na produção nacional e a necessidade de fortalecimento de políticas direcionadas a editais de pesquisa no país.


Palavras-chave


Doença de Chagas; Bibliometria; Produção científica; Brasil; Doenças negligenciadas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v15i4.2340

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil