Pesquisa socialmente responsável: podemos falar de um Modo 3 de produção de conhecimento?

Jaime Jiménez

Resumo


Um dos efeitos colaterais da globalização da economia é a “globalização da ciência”. Parte da produção científica parece estar ligada às necessidades dos mercados globais. Nos últimos 20 anos, surgiram pelo mundo formas alternativas de se “fazer ciência” cuja característica mais importante é sua íntima relação com a solução de problemas de comunidades locais ou regionais. Esse artigo reflete sobre a experiência que está acontecendo atualmente no México, onde a pesquisa está intensamente ligada à função de aprendizagem, e está fortemente enraizada nas Novas Tecnologias de Informação e Comunicação.

Palavras-chave


Um dos efeitos colaterais da globalização da economia é a “globalização da ciência”. Parte da produção científica parece estar ligada às necessidades dos mercados globais. Nos últimos 20 anos, surgiram pelo mundo formas alternativas de se “fazer ciência”

Texto completo:

PDF PDF EN (English)


DOI: https://doi.org/10.3395/reciis.v2i1.829

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil