Metodologia de pesquisa-ação na área de gestão de problemas ambientais

Michel Thiollent, Generosa de Oliveira Silva

Resumo


O objetivo do artigo consiste em apresentar e discutir as possibilidades de aplicação da metodologia participativa e da pesquisa-ação em estudos da área sócio-ambiental, principalmente no contexto rural. Destacam-se problemas que ocorrem no relacionamento entre pesquisadores e comunidades e sugerem-se meios de construir uma visão compartilhada. Finalmente, são apresentados alguns resultados de um projeto participativo em comunidades de uma microbacia do Noroeste fluminense, em particular no que diz respeito aos problemas de saúde decorrentes do o uso de defensivos agrícolas. Ademais, são destacados os procedimentos utilizados para lidar com a organização das comunidades.

Palavras-chave


Metodologia, pesquisa-ação, agricultura, meio ambiente, comunidades

Texto completo:

PDF PDF EN (English)


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v1i1.888

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil