Repositórios institucionais de acesso aberto à informação científica: proposta de modelo de avaliação

Autores

  • Michelli Pereira da Costa Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (53001010018P0). Brasília, Distrito Federal, Brasil.
  • Fernando César Lima Leite Universidade de Brasília, Faculdade de Ciência da Informação, Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (53001010018P0). Brasília, Distrito Federal, Brasil. http://orcid.org/0000-0003-1998-2385

DOI:

https://doi.org/10.29397/reciis.v9i3.996

Palavras-chave:

Repositórios Institucionais, Acesso aberto, Sistemas de Informação, Comunicação Científica, Revisão

Resumo

As articulações internacionais em prol do acesso aberto (AA) destacam os repositórios institucionais (RIs) como uma estratégia eficiente para a gestão da informação científica das instituições. No entanto, apesar da ampla adesão à estratégia, o desenvolvimento dos RIs tem seguido objetivos e práticas divergentes. Diante da controvérsia conceitual identificada, o estudo investigou elementos que permitem definir RIs. Para tanto, foi realizada uma Revisão Sistemática da Literatura nos artigos científicos mais citados sobre o tema e que estavam indexados nas bases de dados Web of Knowledge e Google Scholar. Como resultado da análise, foi proposta uma definição para o conceito de RIs no contexto do acesso aberto e dois instrumentos de avaliação. O primeiro é um conjunto de características essenciais para a categorização de um sistema de informação como um RI. O segundo é a sistematização de oito dimensões de análise. Por fim, propõe-se modelo para avaliação de RIs.

Downloads

Publicado

2015-10-08

Edição

Seção

Artigos de revisão