Competências para a gestão de um repositório institucional: o caso do repositório institucional da Universidade de Coimbra

Beatriz Barrocas Ferreira, Bruno Neves, Ana Eva Miguéis, Maria Manuel Borges

Resumo


É num cenário de abertura crescente da ciência, mais amplo e complexo, que se impõem novas competências aos gestores de repositórios. Este estudo visa identificar os papéis e as competências necessárias à gestão e organização de um repositório institucional. Trata-se de um estudo qualitativo com observação participante, suportado pela revisão da literatura, que permitiu refletir sobre o papel dos gestores de repositórios e as competências que devem reunir no âmbito da ciência aberta, tendo como estudo de caso o Estudo Geral, o repositório institucional da Universidade de Coimbra. Embora as funções de um gestor de repositório tenham origem no campo da Ciência da Informação, o conjunto de competências a reunir é amplo e interdisciplinar, destacando-se aquelas ao nível da comunicação científica, das tecnologias digitais, da gestão e da comunicação, da técnica e da gestão de conteúdos.

 


Palavras-chave


Repositórios institucionais; Gestão de repositórios; Competência; Gestor de repositório; Acesso aberto.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v15i4.2272

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil