Produção científica brasileira em odontologia: análise bibliométrica a partir das bases de dados Web of Science e Scopus

Brianda Oliveira Ordonho Sigolo, Ana Paula Aparecida Calabrez, Catia Candida de Almeida, Helen de Castro Silva Casarin

Resumo


A produção científica brasileira em odontologia tem ganhado notoriedade nos últimos anos com o aumento dos canais científicos prestigiados pela comunidade acadêmica. Diante desse cenário, esta pesquisa objetivou analisar a produção científica da área de odontologia de autores afiliados ao Brasil com dados levantados de duas principais bases de dados multidisciplinares do meio científico, a Web of Science e a Scopus, no período de 2010 a 2020, através do auxílio da ferramenta Bibliometrix. Desse modo, foi possível realizar várias análises bibliométricas, como os autores e os periódicos que mais publicaram na área, seus índices h e g e as colaborações entre países e instituições. Observou-se neste estudo: a predominância nas publicações com autoria múltipla; a maior quantidade de publicações em revistas brasileiras de acesso aberto; os Estados Unidos como o país que mais colaborou para as pesquisas na área; e a proeminência das três universidades estaduais paulistas no quesito quantidade de publicações.

Palavras-chave


Indicadores bibliométricos; Pesquisa em odontologia; Indicador de colaboração; Indicadores de produção científica; Base de dados.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v16i1.2404

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil