Saberes e práticas de cuidado em saúde sobre a covid-19: uma análise baseada em interações de pessoas em comunidade virtual

Diego de Sousa Silva, Bianca da Silva Ferreira, Camila Silva Marinho

Resumo


Este artigo analisa os saberes e práticas do cuidado em saúde relacionados à covid-19, a partir da observação participante de pessoas que trocam experiências e interagem sobre o tema no grupo da rede social Facebook, no Brasil, ‘Eu já tive Covid-19’. A comunidade virtual, com 16,5 mil membros, gerou 397 postagens no período de 8 de março a 18 de abril de 2021. As postagens foram categorizadas e tiveram seus níveis de engajamento calculados com base no número de interações. Experiências em casos de covid-19, dúvidas e questionamentos dos usuários participantes representaram 74% das postagens. Os comentários com mensagens de acolhimento aproximaram as pessoas, fortalecendo seus laços sociais. Foram identificados discursos que contrariavam o saber científico, sendo uma a cada 25 postagens definida como fake news. Temas como automedicação, xarope caseiro, ‘kit covid’ e tratamento precoce foram destaque dentre os conteúdos e evidenciam o grau de desinformação dos participantes a respeito da covid-19.

Palavras-chave


Pandemia; Coronavírus; Desinformação; Fake news; Redes sociais online.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLCOTT, Hunt; GENTZKOW, Matthew. Social Media and fake news in the 2016 election. Journal of Economic Perspectives, Nashville, v. 31, n. 2, p. 211-236, 2017. Disponível em: https://aeaweb.org/articles?id=10.1257/jep.31.2.211. Acesso em: 21 mai. 2022.

AYRES, José Ricardo de Carvalho Mesquita. Cuidado e reconstrução das práticas de Saúde. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 8, n. 14, p. 73-92, 2004. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832004000100005. Disponível em: https://scielo.br/j/icse/a/jNFBpg8J6MzRcBGt5F6B5tn. Acesso em: 30 mar. 2022.

BARCELOS, Thainá do Nascimento de et al. Análise da disseminação de fake news durante a pandemia de covid-19 no Brasil. Revista Panamericana de Salud Pública, Washington, DC, v. 45, n. 1, p. e65, 2021. DOI: https://doi.org/10.26633/RPSP.2021.65. Disponível em: https://iris.paho.org/handle/10665.2/53907. Acesso em: 14 nov. 2021.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2016.

BOFF, Leonardo. O Cuidar e o ser cuidado na prática dos operadores de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 2, p. 392, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020252.31002019. Disponível em: https://scielosp.org/article/csc/2020.v25n2/392-392. Acesso em: 16 maio 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Coronavírus Brasil: Painel Coronavírus. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2021. Disponível em: https://covid.saude.gov.br/. Acesso em: 30 ago. 2021.

BREIGER, Ronald L. The duality of persons and groups. Social Forces, Nova Iorque, v. 53, n. 2, p. 181-190, dez. 1974. Edição especial. DOI: https://doi.org/10.2307/2576011. Disponível em: https://jstor.org/stable/2576011. Acesso em: 17 nov. 2021.

BUJNOWSKA-FEDAK, Maria Magdalena. Trends in the use of the Internet for health purposes in Poland. BMC Public Health, Londres, v. 15, p. 1-17, 2015. Artigo 194. DOI: https://doi.org/10.1186/s12889-015-1473-3. Disponível em: https://bmcpublichealth.biomedcentral.com/track/pdf/10.1186/s12889-015-1473-3.pdf. Acesso em: 19 maio 2022.

CAVALCANTI, Alexandre B. et al. Hydroxychloroquine with or without azithromycin in mild-to-moderate covid-19. The New England Journal of Medicine, Boston, v. 383, n. 1, p. 2041-2052, nov. 2020. DOI: https://doi.org/10.1056/NEJMoa2019014. Disponível em: https://nejm.org/doi/full/10.1056/nejmoa2019014. Acesso em: 13 nov. 2021.

CECILIO, Luiz Carlos Oliveira. Apontamentos teórico-conceituais sobre processos avaliativos considerando as múltiplas dimensões da gestão do cuidado em saúde. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 15, n. 37, p. 589-99, 2011. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832011000200021. Disponível em: https://scielo.br/j/icse/a/sBcTQJFRbBYmMgwSpNRkSrt. Acesso em: 25 mar. 2022.

DESLANDES, Suely; COUTINHO, Tiago. Pesquisa social em ambientes digitais em tempos de COVID-19: notas teórico-metodológicas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 11, p. e00223120, nov. 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00223120. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/hz9h4Fm4mdrvnZwTfKRpRNq/. Acesso em: 28 set. 2021.

FACEBOOK. Política de Dados. Menlo Park: Meta, c2021. Disponível em: https://www.facebook.com/privacy/explanation. Acesso em: 28 set. 2021.

FERNÁNDEZ-LUQUE, Luis; BAU, Teresa. Health and social media: perfect storm of information. Healthcare Informatics Research, Seul, v. 21, n. 2, p. 67-73, 2015. DOI: https://doi.org/10.4258%2Fhir.2015.21.2.67. Disponível em: https://e-hir.org/journal/view.php?id=10.4258/hir.2015.21.2.67. Acesso em: 20 maio 2022.

FROSSARD, Vera Cecília; DIAS, Maria Clara Marques. O impacto da internet na interação entre pacientes: novos cenários em saúde. Interface – Comunicação, Saúde, Educação, Botucatu, v. 20, n. 57, p. 349-361, abr-jun. 2016. DOI: https://doi.org/10.1590/1807-57622014.1334. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/Xj5Hwb9FQG3G6D8xDWZ3XWJ/. Acesso em: 22 nov. 2021.

GALHARDI, Cláudia Pereira et al. Fato ou fake? Uma análise da desinformação frente à pandemia da covid-19 no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, p. 4201-4210, out. 2020. Supl. 2. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-812320202510.2.28922020. Disponível em: https://scielo.br/j/csc/a/XnfpYRR45Z4nXskC3PTnp8z/. Acesso em: 12 nov. 2021.

GOFFMAN, Erving. A representação do eu na vida cotidiana. 20. ed. Petrópolis: Vozes; 2004. v. 1.

GORBALENYA, Alexander E. et al. The species Severe acute respiratory syndrome-related coronavirus: classifying 2019-nCoV and naming it SARS-CoV-2. Nature Microbiology, Londres, v. 5, n. 4, p. 536-544, mar. 2020. DOI: https://doi.org/10.1038/s41564-020-0695-z. Disponível em: https://nature.com/articles/s41564-020-0695-z.pdf. Acesso em: 30 ago. 2021.

HERRERA, Miguel Hexel; PASSERINO, Liliana Maria. Estigma e ciberespaço: desafios da netnografia como metodologia para pesquisa de redes temáticas na blogosfera. RENOTE, Porto Alegre, v. 6, n. 1, p. 1-11, jul. 2008. DOI: https://doi.org/10.22456/1679-1916.14396. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/renote/article/view/14396. Acesso em: 01 ago. 2021.

HONG, Y. Alicia; ZHOU, Zi. A profile of eHealth behaviors in China: Results from a national survey show a low of usage and significant digital divide. Frontiers in Public Health, Lausanne, v. 6, n. 35, p. 1-4, 2018. DOI: https://doi.org/10.3389/fpubh.2018.00274. Disponível em: https://frontiersin.org/articles/10.3389/fpubh.2018.00274. Acesso em: 21 mai. 2022.

HORBY, Peter et al. Effect of hydroxychloroquine in hospitalized patients with covid-19. The New England Journal of Medicine, Boston, v. 383, p. 2030-2040, nov. 2020. DOI: https://doi.org/10.1056/NEJMoa2022926. Disponível em: https://nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMoa2022926. Acesso em: 13 nov. 2021.

INOUE, Thais Martins; VECINA, Marion Vecina Arcuri. Spirituality and/or religiosity and health: a literature review. Journal of the Health Sciences Institute, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 127-30, abr-jun. 2017. Disponível em: https://repositorio.unip.br/journal-of-the-health-sciences-institute-revista-do-instituto-de-ciencias-da-saude/espiritualidade-e-ou-religiosidade-e-saude-uma-revisao-de-literatura/. Acesso em: 11 nov. 2021.

JAYASINGH, Sudarsan; VENKATESH, R. Customer engagement factors in Facebook Brand pages. Asian Social Science, Richmond Hill, v. 11, n. 26, p. 19-29, ago. 2015. DOI: https://doi.org/10.5539/ass.v11n26p19. Disponível em: https://ccsenet.org/journal/index.php/ass/article/view/50815. Acesso em: 17 nov. 2021.

KEMP, Simon. Digital 2020: global digital overview. DataReportal – Global Digital Insights, Singapura, 20 jan. 2020. Reports. Disponível em: https://datareportal.com/reports/digital-2020-global-digital-overview. Acesso em: 30 ago. 2021.

KOZINETS, Robert V. Netnografia: realizando pesquisa etnográfica online. Porto Alegre: Penso, 2014.

LEMOS, Carolina Teles. Espiritualidade, religiosidade e saúde: uma análise literária. Revista Caminhos – Revista de Ciências da Religião, Goiânia, v. 17, p. 688-708, set. 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.18224/cam.v17i2.6939. Disponível em: http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/caminhos/article/view/6939. Acesso em: 15 nov. 2021.

MCCOMBS, Maxwell. A teoria da agenda: a mídia e a opinião pública. Petrópolis: Vozes, 2004.

MELLO, Daniel. Aumenta número dos que buscam informação sobre covid nas redes sociais. Agência Brasil, São Paulo, 18 maio 2021. Saúde. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2021-05/aumenta-numero-dos-que-buscam-informacao-sobre-covid-nas-redes-sociais. Acesso em: 17 nov. 2021.

MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 32. ed. Petrópolis: Vozes, 2012.

MERHY, Emerson Elias. A reestruturação produtiva na saúde, a produção do cuidado e a cartografia do trabalho vivo em ato. São Paulo: Hucitec, 2002.

MITJÀ, Oriol et al. A cluster-randomized trial of hydroxychloroquine for prevention of covid-19. The New England Journal of Medicine, Boston, v. 384, p. 417-427, fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.1056/NEJMoa2021801. Disponível em: https://nejm.org/doi/full/10.1056/nejmoa2021801. Acesso em: 14 nov. 2021.

MOLINA, Maria D. et al. “Fake news” is not simply false information: a concept explication and taxonomy of online content. American Behavioral Scientist, Londres, v. 65, n. 2, p. 180-212, 2021. DOI: https://doi.org/10.1177/0002764219878224. Disponível em: https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0002764219878224. Acesso em: 30 maio 2022.

MONTEIRO, Daiane Daitx et al. Espiritualidade / religiosidade e saúde mental no Brasil: uma revisão. Boletim - Academia Paulista de Psicologia, São Paulo, v. 40, n. 98, p. 129-139, 2020. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/bapp/v40n98/a14v40n98. Acesso em: 18 maio 2022.

OLIVEIRA, Maria Waldenez. Apresentação – Educação nas práticas e nas pesquisas em saúde: contribuições e tensões propiciadas pela educação popular. Cadernos CEDES, Campinas, v. 29, n. 79, p. 297-306, dez. 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S0101-32622009000300001. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ccedes/a/XRrZHkMfqvrcyTjP6d7NJXC/. Acesso em: 28 set. 2021.

PEREIRA, C. R. et al. Associação entre tipo sanguíneo ABO e resultado do RT-PCR para SARS-COV-2. Hematology, Transfusion and Cell Therapy, [s. l.], v. 43, p. S1-S546, out. 2021. Supl. 1. DOI: https://doi.org/10.1016/j.htct.2021.10.900. Disponível em: https://sciencedirect.com/science/article/pii/S2531137921010476?via%3Dihub. Acesso em: 14 nov. 2021.

RECUERO, Raquel. Redes sociais na Internet. 2. ed. Porto Alegre: Sulina; 2014.

REN, Li-Li et al. Identification of a novel coronavirus causing severe pneumonia in human. Chinese Medical Journal, Pequim, v. 133, n. 9, p. 1015-1024, maio 2020. DOI: https://doi.org/10.1097/CM9.0000000000000722. Disponível em: https://journals.lww.com/cmj/fulltext/2020/05050/identification_of_a_novel_coronavirus_causing.3.aspx. Acesso em: 30 ago. 2021.

ROCK CONTENT. Social Media Trends 2019. Belo Horizonte: Rock Content, 2019. Disponível em: https://interactive.rockcontent.com/br/social-media-trends-2019. Acesso em: 30 ago. 2021.

SANTOS-PINTO, Cláudia Du Bocage; MIRANDA, Elaine Silva; OSORIO-DE-CASTRO, Claudia Garcia Serpa. O ‘kit-covid’ e o Programa Farmácia Popular do Brasil. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 37, n. 2, p. e00348020, fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311X00348020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csp/a/KbTcQRMdhjHSt7PgdjLNJyg/. Acesso em: 12 nov. 2021.

SCHLEGEL, Rogério; FREITAS, Amanda. Fake news e suas abordagens no Brasil: balanço de uma agenda de pesquisa em formação. Confluências – Revista Interdisciplinar de Sociologia e Direito, Niterói, v. 23, n. 3, p. 204-228, 2021. Disponível em: https://periodicos.uff.br/confluencias/article/view/44497. Acesso em: 28 maio 2022.

SIEMIENIUK, Reed Ac et al. Drug treatments for covid-19: living systematic review and network meta-analysis. British Medical Journal, Londres, v. 370, p. m2980n, jul. 2020. DOI: https://doi.org/10.1136/bmj.m2980. Disponível em: https://bmj.com/content/370/bmj.m2980. Acesso em: 14 nov. 2021.

SOARES, Samara Sousa Diniz; STENGEL, Márcia. Netnografia e a pesquisa científica na internet. Psicologia USP, São Paulo, v. 32, p. e200066, fev. 2021. DOI: https://doi.org/10.1590/0103-6564e200066. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pusp/a/W5cDdNM99Bk9btBs6ffx45G/. Acesso em: 08 ago. 2021.

SOLÉ VERNIN, Laura Regina et al. História espiritual e preferência de intervenção religiosa de pacientes crônicos cristãos. Nursing, São Paulo, v. 22, n. 252, p. 2868-2874, maio 2019. DOI: https://doi.org/10.36489/nursing.2019v22i252p2868-2874. Disponível em: http://revistas.mpmcomunicacao.com.br/index.php/revistanursing/article/view/308. Acesso em: 13 nov. 2021.

SYRED, Jonathan et al. Would you tell everyone this? Facebook conversations as health promotion interventions. Journal of Medical Internet Research, Toronto, v. 16, n. 4, p. e108, 2014. DOI: https://doi.org/10.2196/jmir.3231. Disponível em: https://jmir.org/2014/4/e108/. Acesso em: 13 nov. 2021.

VASCONCELLOS-SILVA, Paulo Roberto; CASTIEL, Luis David. As novas tecnologias de autocuidado e os riscos do autodiagnóstico pela Internet. Revista Panamericana de Salud Pública, Washington, DC, v. 26, n. 2, p. 172-175, 2009. Disponível em: https://scielosp.org/article/rpsp/2009.v26n2/172-175. Acesso em: 21 maio 2022.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Novel Coronavirus – China. Genebra: WHO, 2020. Disponível em: https://www.who.int/emergencies/disease-outbreak-news/item/2020-DON233. Acesso em: 10 jun. 2022.




DOI: https://doi.org/10.29397/reciis.v16i2.3276

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




e-ISSN 1981-6278 

Icict - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde

Fundação Oswaldo Cruz | Ministério da Saúde
Av. Brasil, 4365 | Pavilhão Haity Moussatché | Manguinhos | CEP 21040-900
Rio de Janeiro | Brasil